Tarde Poética



Tarde Poética



Sinto falta do papel e do lápis ...

O teclado não corre como meu desejo ...
E aquela mesa quebrada ali na frente, equilibrando-se em um vaso de flor sorrindo, delicadamente vai parando o tempo ....

Sem parar os passarinhos e seus pezinhos .... Os passarinhos   com seus biquinhos tão fininhos e suas cantorias emanando bem-estar no meu agora...

O tempo desacelera e a minha tartaruga interna desliza na mesa quebrada ...O meu olhar se viu em nudez de poesia, deixando nos pés da mesa quebrada as vestes das preocupações …
E assim a tarde trocava as horas entre linhas e o aroma das flores, ao sabor do vento manso até a poesia se cobrir; naquela tarde morna de gratidão pela escrita minha doce amiga...


Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®




Comentários

Postagens mais Visitadas

Poema musicalizado "Eu Escrevo"

Plataforma Dourada

Aves Místicas I - A Caçada