Postagens

Perfume de Poesia

Imagem
Perfume de Poesia

“Hoje olhei o amor em minha alma Tão belo, tão reluzente fechei a porta Sai sem fazer barulho não quis acordar O amor na minha alma. ”
Havia um perfume inebriando as cortinas Um sol que faz na casa interna sua festança Na varanda o vento brejeiro que alucina Faz graça de gato espreguiçando na tardança.
Haviam canções no assoalho das andanças Sonhos coloridos amanhecidos na lua franca Jogados lá na mesa na sala das lembranças Com a toalha bordada de relva branca.
Hoje, só hoje entendi depois de sair Que vou voltar, quando relógio deixar Ver o amor da minha alma, o elixir Em perfumes de poesia fluir e amar.
Marli Franco Direitos Autorais Reservados®

Asas

Imagem
Asas
Quero asas para voar acima das montanhas Longe, distante acima das terras estranhas Alçando as nuvens descobrindo novos ares Escutando no azul as vozes lunares.
Quero os meus perfumes para sentir A leveza do meu viver, a evoluir Tocando como ventania de fita Colorindo meu corpo de voz escrita.
Os pés precisam de plumas As pedras não calçam espumas Nem servem para caminhar.
As mãos de pétalas são prosas Os espinhos não são rosas Vivem no mesmo caule sem cativar.
Marli Franco Direitos Autorais Reservados®

Lume Sagrado

Imagem