Só a Lembrança




Só a Lembrança...
 

Na sintonia do vento, som da passarada
Recolhe d’alma a madrugada que recorda.
Olha o detalhe o compromisso do inevitável,
A voz se anula na sensação inigualável.

A mão nas curvas do corpo do silencio,
Nas folhas dos sinais a voz do vazio.
No tempo fugidio o ponto natural abala
A solidão descalça, não sabe se cala.

Na saudade a marca da luz é imensa
A inspiração registra o ponto sutil,
Na revelação da ausência o tom é febril.

A composição do Amor sempre intensa,
No cosmo a divina canção da bonança.
A emoção do instante, depois só a lembrança...

Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®.





Comentários

Postagens mais Visitadas

O céu é de algodão doce.

Aves Místicas I - A Caçada

Sutil Feitiço

O Espantalho

Um perfume de lavanda e um sorriso glacê

Mãos e Pés Azuis