Concessão



Concessão




A mercê de te contar o fogo que me aflora
As chamas me instigam nas voltas de outrora
Descalça dançando nas terras antigas ciganas
O fogo vivo visceral em mim girando emana.


Concedo me ver na festa da luz encantada
Sob o céu e a terra em vivas abrilhantando
Veja nas labaredas o meu corpo dançando
Flamenco com a guitarra vai te enfeitiçando.


No calor desta noite que ascende e encanta
A palavra transborda, instiga, a vida imanta. 
O ventre, o corpo, um vulcão e eu sob o céu...
Nos braços e abraços do amor em um fogaréu.


E na linha da paixão pela liberdade nos deitamos
Beijamo-nos nus, soltos em prazeres compomos.
Na entrega das línguas vivas na bela primavera
Quais ciganos na dança que queima e dilacera.


Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®






Comentários

Postagens mais Visitadas

O céu é de algodão doce.

Aves Místicas I - A Caçada

Sutil Feitiço

O Espantalho

Um perfume de lavanda e um sorriso glacê

Mãos e Pés Azuis