Seguidores

sábado, 11 de janeiro de 2014

Flores de Talismã

 
 
Flores de Talismã
Olhe as minhas mãos de mel riscadas
Fios da lembrança uma aurora sem véu
Refletindo minha alma azul cor do céu
O verde nos olhos são águas energizadas.

As minhas mãos acariciam o tom celeste
Acolhem a chuva saudando a videira
Colando no seio as bênçãos vindouras
Como o vinho consagrado do noroeste.

Os meus olhos tocam tua alma viajante
Como asas das matriarcas zelam a vida
Serena assim estou eu em tua estesia.

Nos lábios um batom rosicler balbuciante
Com sabor ensolarado de doces romãs
Um beijo no horizonte, flores de talismã.
Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®
 
 
 
 

 



quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Mundo Florido

 


Mundo Florido

Quero te dar a magia de um mundo florido
Um tesouro, volúpia da escrita nos sentidos.
A fantasia da palavra palpitando no coração
O pulsar compassado do amor em evolução.

Quero ser o beijo imaculado da leitura bacharela
Com a noite caindo no livro mareado de estrela
As paginas com linhas enluaradas um estimulo
Ao teu olhar preso até o final de um capitulo.

Quero luzir o meu eu consagrado em poesia
A minha película de amor saudade e nostalgia
O meu corpo imaculado em letra noturnal
Em ti minha alma versejando sentimental.

Quero deixar minhas mãos em tuas mãos
E te amar nas minhas letras com todo meu coração.
 
Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®
 
Tradução feita pelo Poeta Juan Olivas
 do Fórum Poesia Pura


Mundo Florido

Quiero dar te la magia de un mundo florido
Un tesoro, voluptuosidad de la escritura en los sentidos.
La fantasía de la palabra palpitando en el corazón
El pulsar compasado del amor en evolución.
 

Quiero ser el beso inmaculado de la lectura libre
Con la noche cayendo en el libro mareado de estrelas
Las paginas con líneas enlauradas, un estimulo
A tu mirada prendida hasta el final de un capitulo.
 

Quiero lucir el Yo mío consagrado en poesia
Mi película de amor añoranza y nostalgia
Mi cuerpo inmaculado en letra noturnal
En ti mi alma versando sentimental.

Quiero dejar mis manos en tus manos
Y amarte en mis letras con todo mi corazón.
 
 
 
 
 

domingo, 5 de janeiro de 2014

Jazz ,Vega e Blues


Jazz ,Vega e Blues


Não,este olhar de ônix, estou no jazz em movimentos
Tua sedução silenciosa blues em encantos
No descuido vem em mim o som da ginga surreal
O mundo elástico vai girando além do jornal.

Sorria comigo, estou aqui também sorrindo e dance...
Em nós dois, nesta luz de vertigem poética, dance...
E não pare... Veja além do azul o matiz do som...
A cor da música agrega e fortalece a emoção...

Sorria eu não ligo que me olhe assim, em segredo.
Eu te vejo e quero a tua música em mim,fervendo
Escapa de ti e vem ...Veste-me em espirais sem fim...

A tua música é Vega no céu além da métrica...
Na pele a cor do verbo é o infinito, rima rica.
E no compasso o ritmo, no verso livre é carmim.
...

No som do jazz eu dancei só um soneto imperfeito
Em blues , você sorriu ao me olhar no verso livre...

Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®

 

Diga-me

 
Diga-me
Diga-me amor meu...
Que se aqui longe no portal tão distante
Onde o cosmo se abre para nossos sonhos
E o universo toca a harpa dos beijos plenos
O sentir da alma se faz em azul no mirante.

Diga-me amor se tanto sinto...
Que nas encostas das estrelas que brilham
A tocar-me em sintonia com teu calor
Em abraços que me chamam e acariciam
Na tua voz que vem ao som da lira
Num cortejo de sinfonias em minha alma.

Diga-me amor que se tanto te quero...
De onde te olho aqui da terra que me abriga
A pensar que o teu mundo é horizonte tão distante
Que me chega mesmo assim o teu bem querer
Na distancia que descortina a unir-se na aurora
Do meu bem sublime a embevecer.

Diga-me amor se do infinito da minha real existência...
Onde nosso amor é jardim em constante primavera
E nossos abraços belas cascatas etéreas
Que nossos beijos são complementos de luz na esfera
Da mais terna união das alianças em antigas terras
Que se estendem ao longe na mais bela quimera.

Diga-me amor se que mesmo estando assim tão longe
Recebes meu amor na luz da saudade infinita...
Diga-me amor, pois te amo ainda tanto dentro de mim
Em cor de uma ametista...
Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®