Seguidores

sábado, 1 de fevereiro de 2014

Inexplicáveis Sentires


Inexplicáveis Sentires

Os meus sentires se misturam
Em um espelho de silêncio
Refletem palavras mudas.
Ouve o meu sentir
A voz da montanha
Lembra o rio tão abstraído
Em sua caminhada dia e noite
Sol e lua olhando suas águas.
Se alma cala...
A palavra fica na folha
Tão muda como uma noite
No entanto tão forte
 Como uma rajada do vento.
A minha alma
 Esquece o tempo
Absorve o meu reflexo.
Aquieta...
Meu coração se aquece...
Olhando o Amor.
Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço a visita!
A sua presença e comentário são um privilégio precioso.
Volte sempre é uma honra te receber em meu humilde espaço.
Um beijo de violetas.