Jardim do Aedo

Jardim do Aedo


Nas luzes da ilusão te encontrei
Na hora do sonho em meu coração
Tuas mãos chegarão como talismãs
Na noite tecelã dos afagos aveludados.


Um tapete na parede traz o mar
Agitando o verbo amar, brancas sombras...
A tua voz é o brado de um guerreiro,
Um mergulho no desfiladeiro teu beijo...


Captura-me nos jardins do aedo
O nosso enredo vai voando nas linhas,
O vento arrastando bem perto das estrelas
Que ao lê-las se ilumina o meu coração.


Afinal, o meu amor ao te encontrar
Foi como redirecionar a existência
No papel da vida um novo rumo.
Um amor tão intenso, um doce ideal.


Quando cheguei ao palácio de griséu...
Deixei os véus da sensatez nas profundezas.
Fui resgatada em desafio nos teus braços,
Ondulei como sereia quebrando o meu silêncio...

Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®













Comentários

  1. Querida Amga.
    Venho te deixar um beijo de boa noite e ler seu lndo poema.
    Eu não sou poeta apenas apaixonada por poesia
    deve ser porque desde de criança lia muita poesia isso marca nosso coração.
    Beijos linda noite,Evanir.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Agradeço a visita!
A sua presença e comentário são um privilégio precioso.
Volte sempre é uma honra te receber em meu humilde espaço.
Um beijo de violetas.

Postagens mais Visitadas

O céu é de algodão doce.

Aves Místicas I - A Caçada

Sutil Feitiço

O Espantalho

Poema musicalizado "Eu Escrevo"

Um perfume de lavanda e um sorriso glacê