Indelével Poesia




Indelével Poesia


No castelo andei descalça na mira do olhar
Fui lady em época remota via o imperador
Amei envolvida em uma capa de mistério
No silencio da noite surgia em teus sonhos
E tocava minha lira para te atrair na magia.
A época era romântica e o olhar me buscava
Sem saber que eu era uma viajante do tempo
No futuro tinha a minha ousada morada
E escondia-me nos labirintos do presente,
Fugia quando podia nos sonhos do passado.
O tempo era apenas o navegador...
A vida se trocava em muitas roupas
Umas tão longas e pesadas outras tão leves
Praticas movimentações da saudade.
Mas a alma era sempre a mesma...
Inabalável nas mudanças do tempo
Inalterável na tolerância das diversidades da época
No entanto sensível, a qualquer brisa da emoção.
Que viesse perturbar a magia da transmutação
Da indelével Poesia...

Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®


Comentários

  1. Un gusto leerte nuevamente amiga.
    Rolando del Pozo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Agradeço a visita!
A sua presença e comentário são um privilégio precioso.
Volte sempre é uma honra te receber em meu humilde espaço.
Um beijo de violetas.

Postagens mais Visitadas

O céu é de algodão doce.

Aves Místicas I - A Caçada

Sutil Feitiço

O Espantalho

Poema musicalizado "Eu Escrevo"

Um perfume de lavanda e um sorriso glacê