Lume Sagrado


Lume Sagrado

O lume verte em um raio surreal...


Na voz do mar suave ele vive candeia
Na brisa das estações exala os sutis sabores
Na imaginação flui  em luz  de cores
Se no coração cai, ele simples, incendeia.

O lume desliza a palavra é seu vitral...

No tempo os ponteiros se rompem ao decolar
Quebra os segundos tingindo-os de anil
Seduz com graça a dança primaveril
Mágica expressão do belo é o cisne a alçar.

 O lume é mirra na alma perfume eternal...

Sagrado ele une o sonho a realeza da sabedoria
Inovadora perpetua o desejo  dos deuses ao tesouro
Imaginário ele ilumina, a essência vale ouro
Precioso a joia do poeta, a sua alquimia
 Ele o lume sagrado ...a inspiração!

A inspiração o círio inviolável da Poesia.

Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®




 


Comentários

Postagens mais Visitadas

Sutil Feitiço

O céu é de algodão doce.

Poema musicalizado "Eu Escrevo"

Tarde Poética

Asas

Perfume de Poesia