II Segundo Ato



II Segundo Ato

Abrem-se as cortinas escandalosamente
O vento rajadas de versos eloquentes
No quarto adentra mensageiro do ar
E sendo ar, envolve as letras cor âmbar.

O sol nada espera clareando a janela
Em parceria com o vento insinua a bela
Liberta o calor na atmosfera aquece
A colcha, a flama, a alma que enriquece.

No quarto o silêncio da joia alojada
 As pérolas perfeitas tão encantadas
Revelam-se ...A alma do vento e do sol.

A cortina no ato ainda dança festiva
Diáfana em ti desliza, as rimas da diva
A Poesia a luz, o encanto, o farol !

Marli Franco

Direitos Autorais Reservados®






Comentários

  1. As pérolas sempre serão clássicas e valiosas, assim como os nossos sentimentos.

    Marli, estou de volta depois de dois anos longe dos bogs.
    Se desejar me visite no novo espaço...

    momentosbrancoepreto.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Malu Silva gracias pela visita e pelas palavras gentis e motivadoras. Um belo regresso aos blogs , estarei te visitando.bjs de violetas

      Excluir

Postar um comentário

Agradeço a visita!
A sua presença e comentário são um privilégio precioso.
Volte sempre é uma honra te receber em meu humilde espaço.
Um beijo de violetas.

Postagens mais Visitadas

O céu é de algodão doce.

Aves Místicas I - A Caçada

Sutil Feitiço

O Espantalho

Poema musicalizado "Eu Escrevo"

Um perfume de lavanda e um sorriso glacê