Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2015

Buquê

Imagem
Buquê

Quando degusta-me  sente
 textura doce, natural e  envolvente
desliza perceptível no teu paladar
nas delícias da tua boca vai agradar.

Testemunhe o beijo com o sabor
escorre fresco em tua língua defina
 um vinho harmônico que alucina
na experiência do aroma abrasador
faz-me teu vinho  paixão e fervor.

A nossa saga  nos barris do amor 
na penitência dos poemas recolho
juras secretas em barril de carvalho
 o paladar com toque de baunilha
a palavra da alma na nossa vinha.

Vamos  nos transmutar em vinho
 o espumante frenesi de carinho
o testemunho do fervor da palavra
 dissolve na boca  e no coração a safra
  nos faz padecer nos graus mais apurados
o buquê   da remota  alquimia
 dos deuses, a eterna poesia.

Fadigados,amantes no beijo
 na eloquência do fruto maduro 
sou o teu vinho na palavra
meu aroma quero na tua boca.
Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®

Poesia meu Vinho

Imagem
Poesia meu Vinho
Mergulho no universo do amor
O elixir da paixão e do clamor
Lá onde as ondas reproduzem
 Os loucos desejos que luzem.

Vou além do azul que conheces
Nuvens efêmeras e suas nuances
Nas delicias do  mundo que indico
 Ao deslizar-me no sabor do idílico.

Diluo o meu olhar nos vinhedos
Vivaz sem arremedos ou medos
No plantio me senti embevecida  
Poesia te  elegi  meu vinho,e por ti fui vencida ...
Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®

Franqueza e Frágua

Imagem
Franqueza  e  Frágua 


Em minha paz leio as águas
Mover a via das franquezas  e fráguas
Um navegar de sentimentos no meio fio
Tímidos  sentires no murmúrio do rio.

Em minha serenidade um tilintar de brisa
Borboletas viajando em sua jornada desliza
Uma sensível, etérea  e única sensação
Clama a magia da luz no coração.
  Um piano vai suave  me  capturando Nos passeios verdejantes me levando
Para a liberdade inconsequente e íntima
Regresso a varanda d'alma que sublima.

Em  retorno as vinhas do meu acervo
Degusto meu ser,  um voo solo preservo
 No momento que renovo,  aprecio a festa
O champanhe na varanda da poética modesta.
Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®