A Palavra Eleita é o Amor




A Palavra Eleita é o Amor

Os meus silêncios e as palavras de bonanças
Circulo visceral de sonhos e esperanças
No covil da lembrança as chaves da emoção
Nas mãos a escrita feito fogo do coração.

Deixa-me olhar-te no veludo das noites de verão
O luar banhando a alma, introjetando a canção.
Revigora os pensamentos, cor no papel pautado.
  Nos corredores do Éden amor no mapa alinhado.

O tempo nos acorda na paixão que nos devora
Na boca das letras o beijo cai na tribuna da aurora
Revelando os desejos a voz da inspiração gera
Uma luz no teu nome e o ápice de Vega impera.

E assim teu olhar concede-me enfim o mistério
A relíquia da nossa antiga alma no hemisfério
          A palavra eleita é o Amor na nossa voz calada.

Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®










Comentários

Postagens mais Visitadas

Poema musicalizado "Eu Escrevo"

Plataforma Dourada

Aves Místicas I - A Caçada