Seguidores

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Reviver...



Reviver

Ouvi a saudade chamar o amor
Nas asas da noite do clamor
Eu tropecei no meu viver
Nos dois beijando a reviver.

Ouvi e falei contando enredo
Contos   da alma movendo
Encontrei você sem me perder
Simples te amar sem nada pretender.

A poesia chega    de você falando
E eu respondo o desejo no verbo amar
O verbo mais gostoso de escrever e se falar.

E o meu verso foi assim na noite andando
Levando o teu ritmo no meu abraço
Este amor para você  na eternidade refaço.

Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®



sábado, 19 de setembro de 2015

Poética



Poética
 
A fantasia a fonte na reserva onírica....
A antítese da realidade não se comove
Com objetividade da bagagem conceitual
A subjetividade é quem aflora no imaginário.

O crucial cálice da criatividade supera-se
Na varanda do desejo o ponto de partida
Do espírito que pulsa no avivar das imagens
A poética desfila nos caminhos sólidos
Flui na culminância das nuvens sonhadoras.

A razão inquieta se, agita, voa
Em fractais abstratos, absorve
As sensações no ato criador
A palavra   respira nos desejos.

O pensamento poético entende
A hora onde o sol e a lua regem
Decifra a magia da pedra angular
Na sutil    alquimia filosófica
Gerando o que ainda não existe
Para nascer e passar a existir.

A poética a força emergencial
A exaltação andarilha desafia
Na dinâmica das metáforas
Verbaliza e estrutura os sonhos
O inaudito que se torna visível- a Poesia!

Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®