Seguidores

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Pranto de Amor

Pranto de Amor

Uma só gota cai do orvalho da noite
Desliza na face clara como minguante
Lembrança que seduz festa da ribalta
Tempestade que se avista em noite alta.

A deusa lua vem movendo o nevoeiro
Clareando o rosto do passado arqueiro
Que com sua flecha rasga grande saudade
Abrindo as comportas do amor de verdade.

O meu sentir vibra em ilusões remotas
Como um barco em alto mar nas rotas
O abraço sedutor vem do ligeiro vento.

Mas que lágrima é esta caindo no convés?
Avisando que a realidade é terra do revés
No deserto ,o meu pranto de amor, só canto.

Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®


Um comentário:

  1. Que este ano que acaba de chegar lhe traga BONS ventos, sempre favoráveis às realizações. Um abraço!

    ResponderExcluir

Agradeço a visita!
A sua presença e comentário são um privilégio precioso.
Volte sempre é uma honra te receber em meu humilde espaço.
Um beijo de violetas.