Chuvas Poderosas




Chuvas Poderosas

O vento mostrava sua força,
Do céu vinha o granizo,
A água lavava o asfalto
E o movimento tudo arrastava...
Quando a chuva apertou
Até o céu gemeu...
Em um azul acinzentado
Perderam-se as aflições.
No silencio ficou a chuva
Caindo no vago instante...
E assim  maldisse um verso
Despedaçado em Amor.

Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®

Comentários

  1. Marli querida!! Força e beleza em teu poema!
    ParaBéns!! BEIJOS DOURADOS, Elaine

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Agradeço a visita!
A sua presença e comentário são um privilégio precioso.
Volte sempre é uma honra te receber em meu humilde espaço.
Um beijo de violetas.

Postagens mais Visitadas

O céu é de algodão doce.

Aves Místicas I - A Caçada

Sutil Feitiço

O Espantalho

Poema musicalizado "Eu Escrevo"

Um perfume de lavanda e um sorriso glacê