Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2012

Cais da Saudade

Imagem
Cais da Saudade

Quando o teu beijo me devastou
Vi que o céu iluminou e a terra resgatou
A praia se transformou em doce lacuna
O teu abraço de espumas carregou-me na escuna.


Se o dia e a noite se encontram parece o infinito
Como nosso desejo fluindo no encanto bonito
A exaustão prova que o tempo não importa mais
Quando o amor é o bem maior não se acaba jamais.

Olhe no fundo do mar o reflexo da lua prateada
É assim que te espero na ilha da palavra amada
Ancorada deixo minha nau no cais da tua saudade.

Mas quando por ventura cansar de me esperar
Não esquece que depois da noite vem o dia aflorar
Sou eu que amanheço junto de ti feito rimas da claridade. 

Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®




Milhas de Saudades

Imagem

Videira

Imagem

Carvalho

Imagem

Pau-Brasil

Imagem

Armazém de Flores

Imagem
Armazém das Flores


Ensaio de uma Fabela --- O Leão e a Gazela

Imagem
Ensaio de uma Fabela --- O Leão e a Gazela
O leão na hora do sol centrado na savana Registra o cansaço de correr atrás da gazela Sem mais resolve  outro ataque adverso E deita fingindo de morto na savana em brasa.
A gazela em sua corrida percebe a parada Surpreende-se com o rei deitado, todo esticado Para e respira incrédula com o sinistro fato Ora! O rei leão não é assim tão fraco.
Olha distante com a vista apurada e pensa... Como pode ainda é o meio do dia um leão Estar assim deitado e deixar a caça tão cedo Fingindo mal quebrado, mas de olhos espreitados.
Não me engana rei leão que sei bem o teu jogo Conheço seus dentes quase tocaram o meu osso Conheço sua juba, conheço seu apetite inesgotável Vou embora bem rápido sem olhar pra traz como vento.
Não quero virar na savana antepasto de leão Antes mesmo da noite e ver o apetite deste glutão Saborear minha carne e virar esqueleto de abutre Antes mesmo de a dona coruja abrir a portal da lua.
Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®

Nova Simetria

Imagem
Nova Simetria
No limiar a montanha de gelo , eu e o espírito da águia Uma configuração toca a renovação, as nuvens da aleluia. Com um passo,depois outro , um deslize e um vôo ideal A bússola sem norte,perfeita para minha aurora boreal.
Olho a montanha que me leva e lava em brancura A águia livre vejo me guiar, revigora em plena altura. Eu vou movendo formas acerto os eixos do compasso, Repetidas vezes,a tríade acerta o silêncio e o passo.
Quando a montanha branca se desfaz ouço a voz do gelo, Águia busca abrigo no penhasco um grito vem do desgelo. Enquanto eu fico a olhar o caminho marcado de calcário, Vasto é o cosmo nos movimentos do horário no cenário.
Olhar a montanha de gelo tão clara traz a racionalidade, O vôo da águia traz a harmonia perfeita da liberdade. Eu encontro o meu ser serenidade que completa em mim, Dou novos passos nova simetria a guia no horizonte sem fim...
Marli Franco Direitos Autorais Reservados®


A Consciência Fênix

Imagem
A Consciência Fênix

As cinzas brancas da transformação da fênix Segue além dos conceitos das eventuais questões. Adentra no mundo de conflitos da razão e o instinto, Do inconsciente aflorado com as galáxias da evolução, A ordem se estabelece no mosaico místico da calma...
O caminho é mutante como as profundezas do mar. No percurso na vida a metamorfose faz arrepiar, A independência é poderosa na consciência feminina, A sensualidade se faz força no inconsciente, cristalina. O resultado é fato o inevitável crescimento , um desafio.

As escolhas possuem pedras lascadas o preço é alto, Mas até a crisálida para ser borboleta paga o salto. A exuberância esta na atitude do passo constante, A mulher só paga seu valor em peso de diamante, Na épica construção a liberdade se cria no desígnio.

A batalha nasce a cada dia como o sol toda manhã... Flama o todo do indivíduo em combustão no seu clã. O fogo é a consagração, da água emerge a comunhão, O ar oferece a purificação, a terra onde pisa é toda a razão. Emana então…

Canário-do-Campo

Imagem

Galinha de Angola

Imagem