Seguidores

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

A Palavra II


A Palavra II

...Quando a palavra me acorda
Calmas ventanias saem dos meus dedos ilhéus
Como as pontas das estrelas escorregando no céu
Encontro a voz das ilusões o clarão do luar recorda.


... Quando a palavra me desperta
Encontro o convés dos meus sonhos
As espumas das ondas que componho
Papel azul perfumado de mar nas bordas.

 
...Quando a palavra me desperta
O teu horizonte corre para meus braços
Fazendo perfeito movimento de abraços
Aqueles laços que lembram fortes cordas.

 
...Quando a minha palavra desperta
A natureza de nós faz giro em tempestades
Somos eu e você linhas em cumplicidades
Um prelúdio divino do amor que liberta.

Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®

2 comentários:

  1. Marli, querida poetisa,
    a palavra é a chave que nos desperta
    para ser vida e nos faz libertas.
    Maravilhosa é tua poesia!!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Olá Marli,
    Venho para, mais uma vez, agradecer a sua honrosa participação; nada me é mais gratificante. E como disse a Vilma, tua poesia é maravilhosa!
    Tenhas uma ótima semana!
    Um abraço e, quando puder, apareça.

    ResponderExcluir

Agradeço a visita!
A sua presença e comentário são um privilégio precioso.
Volte sempre é uma honra te receber em meu humilde espaço.
Um beijo de violetas.