Teu Sabor


Teu sabor

Colori o meu corpo poético e o meu beijo
Nas linhas um risco o enlevo que assim vejo
O teu e o meu desejo entrelaçado, contagia
Sensação de um amor rosecler que inebria.


No carmim do teu sonhar estou a te encantar
Com os lábios de cereja e voz doce a te atiçar
Em teus braços vou enrolar os fios da procela
No teu corpo sou tela, sou noite em aquarela.


Ao versejar senti a luz da estesia, tua porfia
Com os beijos teus um a um colori minha grafia
Rendi meus quereres na tua boca em clamor.


Se ficar louca nem te conto este doce conto
Escondo o meu e o teu céu no contraponto
Enquanto colorida ainda estou com o teu sabor.

Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®




Comentários

  1. ola - perdi totalmente o meu blog anterior, inclusive o domínio. precisei abrir este novo. Ao invés de "caminhos" agora é "caminho" se desejar inscrever-se agradeço. obrigado abraços lamarque

    ResponderExcluir
  2. Olá Marli, é sempre bom ler teus versos românticos
    com sabor de boa poesia!arabéns!

    ResponderExcluir
  3. Realmente Poetisa Singular. Esta verdade se confirma em cada Poesia elaborada por Você com a mais Refinada Sensibilidade Poética. “A poesia vive tal qual uma luz dentro do meu íntimo. Desperta imagens que fluem do meu ser para aflorar o toque das palavras, como as notas de uma melodia e fazem saudações a saudade e ao amor". Marli Franco

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Agradeço a visita!
A sua presença e comentário são um privilégio precioso.
Volte sempre é uma honra te receber em meu humilde espaço.
Um beijo de violetas.

Postagens mais Visitadas

Poema musicalizado "Eu Escrevo"

Plataforma Dourada

Aves Místicas I - A Caçada