Seguidores

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Paz



Um comentário:

  1. Um belo descortinar da vida em um belo poemeto figurativo e simbólico ao mesmo tempo. Aplaudo à poeta das Violetas com todo o carinho!

    Odir Milanez

    ResponderExcluir

Agradeço a visita!
A sua presença e comentário são um privilégio precioso.
Volte sempre é uma honra te receber em meu humilde espaço.
Um beijo de violetas.