V Carta de Amor ...Uma Lágrima na Palma da tua Mão

Carta de Amor V...Uma Lágrima na Palma da tua Mão...

Amor estou aqui na linha que divide nosso mundo, sentada nesta estrada tão intensa e vazia a olhar o céu que me cobre neste final de verão, pedindo mais força de mim...
O momento às vezes fica tão pequeno para te sentir, eu me deixo ficar enrolada na manta do concreto sem saber que meu mundo quer um pouco mais deste nosso amor tão infinito.
Ah! Amor, eu já não tenho mais os sonhos que faziam as flores sorrirem nos vasos dos meus ideais, perdi o toque de reviver os jardins me entregando nesta luta inconseqüente, sem forças pouso meu momento aqui na linha divisória de sempre.
Hoje meu eu quer teu colo, como antes e minhas lágrimas precisam da suas mãos para colher esta dor que me dilacera e palpita ao mesmo tempo tão intensa dentro do meu ser. Hoje amor, meus olhos estão pedindo as tuas mãos para meus lábios beijarem tuas palmas e entregar meu soluço tão profundo, mas não quero que colhas como um sentimento ruim, quero que colhas como flores em uma janela em dias de primavera.
Quero só ficar assim em tuas mãos, repousar um pouco neste compasso do tempo, repousar sem pensar preciso deste espaço em teus braços para integrar meu ser tão frágil que só você percebe.
O céu parece se abrir, as nuvens se afastam, é à noite com seu manto de estrelas chegando e você tão perto de mim me amando e eu...
Eu amor tão perto de ti, sentindo...
Sei que me olhas com olhar das estrelas, sei que me tocas com sopros de brisa exalando o teu perfume em meus cabelos em uma caricia que só nos dois sabemos ser tão nossa, tão especial, te amo...
Amo-te tanto que meu mundo se concentra em sentir o nosso doce viver... Assim etéreo e tão perfeito.
Ah! A noite é peregrina em nossa companhia, somos ondas de perfumes com a lua de guardiã, nesta linha tão firme e dourada.
Amor sente minha serenidade voltando, meu sorriso brotando neste beijo que me invade. Olha amor, minha lágrima tão constante se dissolveu sob teus dedos que me afagam, amor como é bom ser tão tua, tão intensamente tua...
Recebe meu beijo é tão teu, mandei uma estrela entregar em teus lábios, para selar meu querer em teu doce nome que balbucio noite adentro em meu viver, só para assim te sentir como agora mais perto de mim...



Comentários

Postagens mais Visitadas

Poema musicalizado "Eu Escrevo"

Plataforma Dourada

Aves Místicas I - A Caçada