O céu é de algodão doce.



O céu é de algodão doce.
No meu coração de ingenuidade...
                             Mas os meus pés são de cimento fixos na terra.
Lembram bem as colunas da história,
Lembram que o ser humano faz travessias,
Usa escudos mas é atingido pelas flechas.
No entanto o céu ainda é de algodão doce.
No meu coração de ingenuidade...

As minhas mãos possuem luvas de precaução,
E na minha cabeça existe o véu da intuição,
Lembram a história das deusas suas decepções,
As mensagens das sábias e suas resignações.
No entanto o céu ainda é de algodão doce .
No meu coração de ingenuidade...

O meu corpo possui uma malha de âmbar ,
Na minha cintura existe a tatuagem da gema,
O nome do amado singrando o meu ventre,
A história dos amanhãs quebrados no cálice do destino.
No entanto o céu ainda é azul .
E as nuvens lembram algodão doce...

No meu coração o sorriso renasce ,
Ao ver o sorriso ingênuo de uma lembrança.
Mas o céu, o céu continua azul .
E as nuvens ?
Ah! As nuvens sempre serão,
O que eu desejar imaginar...

Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®



Comentários

Postagens mais Visitadas

Sutil Feitiço

Poema musicalizado "Eu Escrevo"

Tarde Poética

Asas

Perfume de Poesia