Seguidores

sábado, 25 de setembro de 2010

Cogumelos Profetas


Cogumelos Profetas

Os braços da realidade são feitos de papel de seda.
Como a derme craquelada pelo sol em labareda,
Depois aspergida na voz do cometa selvagem.
Um sopro rasga o papel, como em uma aragem
Sangra a derme, seca nasce o perdão ao planeta.
A nova estrada é feita de cogumelos profetas.
O mundo é como um novelo de lã bagunçado,
Desfeito por gatos pensativos em ego obstinado.
A guerra é marca da idiotice da humanidade,
A miséria faz parte da inércia das mãos, ferocidade.
E a barriga saliente cheia de vermes entalado,
Aparece no retrato emoldurado da negligência
Dos abastados, descansados na rede da inadimplência.

Marli Franco
Direitos Autorais Reservados®



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço a visita!
A sua presença e comentário são um privilégio precioso.
Volte sempre é uma honra te receber em meu humilde espaço.
Um beijo de violetas.